26/06/2013

Correr com 30 graus? A dor é sexy.


O pôr do sol, 30 graus e as pernas pesadas como dois tijolos. Este podia ser o resumo da corrida de hoje. Mas foi mais que isso.

Hoje foi o dia, pela primeira vez em meses, em que passei a tarde toda a despachar trabalho a pensar no momento em que finalmente ia calçar os ténis.  

Depois de cinco dias a recuperar de um princípio de intoxicação alimentar (agora só faço as pazes com o sushi no inverno) estava desejosa de me atirar ao calor infernal do Estádio Universitário para cansar o corpo.

Hoje também foi o dia em que fui correr all by myself e o sofá não me venceu a pedir para ficar a preguiçar mais um bocadinho. A playlist renovada é capaz de também ter ajudado à motivação.

A corrida não foi fácil e pensei em desistir várias vezes, mas tinha o objectivo dos 5km e cumpri-os! A sensação de vitória no fim vale todo o esforço. E recordar muitas vezes que o verão já chegou e que a dor acaba por resultar em qualquer coisa de extremamente sexy também ajuda.

Quando dei o exercício por terminado, o sol já se estava a pôr e apeteceu-me dizer "vemo-nos amanhã".

4 comentários:

Carol disse...

A dor é sexy é muito bom :) Força para amanhã!

Sofia L. disse...

Obrigada! Vou tentar cumprir!

Pequeniña disse...

Por estar tanto calor é que opto por ir caminhar depois do jantar, quando está mais fresco!

Sofia L. disse...

Pequeniña, é de facto a melhor hora.