03/08/2013

Body Pump. Body Dead.

Duas instrutoras, três pesos, uma barra e um degrau de step. Foi desta parafernália que precisei para fazer a minha primeira aula de BodyPump.

Fui até lá só para obrigar o meu corpo a uma experiência nova, saí de lá a sentir que os meus braços tinham sido desatarrachados do meu corpo com extrema violência, mas a querer voltar. Masoquismo? Não. A dor é sexy.

Imediatamente a seguir à aula e, no dia seguinte, senti logo o peso dos pesos nos meus braços. O primeiro sinal foi no banho pós-treino. Lavar o cabelo foi todo um esforço. Assim como qualquer tarefa que implicasse levantar as mãos a uma altura acima dos cotovelos.

E tenho de tirar o chapéu a uma das instrutoras que, com 49 anos, parece muito mais nova, com um corpo incrível e super feminino ainda assim. A senhora tornou-se, para mim, exemplo a seguir.



2 comentários:

Carol disse...

Tu dás um sentido às aulas de ginásio muito bom! Até me dá vontade de me inscrever num :D

Sofia L. disse...

Ahahah Carol, eu divirto-me mesmo no ginásio! Não sei se é assim em todos, mas no meu o espírito é super positivo. E tu já fazes imenso desporto, mas para quem não faz, o ginásio pode ser uma boa solução