07/02/2013

Booty Master

Eu tenho um Booty Master na minha vida.

Às vezes apetece-me convidá-lo a ir dar uma volta. Ao bilhar grande. Mas outras, confesso, é uma presença que me ajuda a manter a motivação.

Em primeiro lugar, pelo exemplo: trabalha todos os dias da semana, mas, ainda assim, encontra tempo para se dedicar a dois ou três treinos semanais. E depois porque me vai perguntando como vão as minhas corridas e me vai dando dicas úteis.

Estas pessoas são importantes na nossa vida porque estão atentas e motivam-nos, servem de inspiração (como o Neco da Lalu), e fazem-nos perceber que ficar no sofá rendida à preguiça é mesmo uma questão de escolha. Para quem não tem Booty Masters lá por casa, há óptimos exemplos por aí.

É o caso do Oscar Pistorius que, mesmo amputado nas duas pernas, participou nos Jogos Olímpicos de Londres. Não me enganei: ele participou Jogos Olímpicos e nos Paralímpicos, claro.


No Booty Campo menino não entra, a não ser que seja um Booty Master.

2 comentários:

LaLu disse...

Agora pensando bem nao quero muito o exemplo deste tipo eheheh

foi um bocado azarada esta escolha eheheh

Sofia L. disse...

não deixa de ter alcançado um feito incrível nos Jogos Olímpicos, agora na vida pessoal...